Do tempo do Mazinho e das lambretas

Foto Mazinho 001

Aldo Costa, Ceceu Bogorny, Osvaldo de Oliveira , Romeu Schneider, Mazinho, Daltro Machry, Romeu Fanck e João Artus.

Foto Moto Renato 001

Piloto Renato Breunig.

Colaboração: Vilson Fanck

5 Responses to “Do tempo do Mazinho e das lambretas”


  • Essa foto achei que não iria ver em vida, legal, esta ai origem do número 36, que meu pai correu,”Tigrinho” depois passou para nós, Maciel, Ismael, Jackson.

  • Bela recordação… A primeira foto foi em frente ao Posto Ipiranga e bem a esquerda acho que é o Vilson Fanck e o Luciano Machry. Maravilha.

  • Claudete Luiza Morfim Tavares

    Moro em Florianópolis,vi estas fotos e me deu saudades daquele tempo,em que assistia as corridas,Km de arrancada,das corridas de moto….cheguei a ser rainha do automóvel clube de Venâncio kkkk muito bom aquele tempo.

  • Tive o privilégio de acompanhar tais corridas e de conhecer as pessoas queridas mencionadas nas fotos. Tempo muito bom de minha adolescência. Abraços.

  • Legal ver, finalmente, ilustradas as histórias que contavam das tais corridas de lambretas. (Ao fundo da primeira foto, uma marca que lembro, a dos Transportes Venâncio Aires. Aquele monstro alado, cruzando uma estrada, nas portas dos Mercedões, em placas de acrílico e em um porta-canetas que meu pai tinha, me intrigavam na minha infância.)

Leave a Reply