5 comentários em “Do tempo do Mazinho e das lambretas”

  1. Moro em Florianópolis,vi estas fotos e me deu saudades daquele tempo,em que assistia as corridas,Km de arrancada,das corridas de moto….cheguei a ser rainha do automóvel clube de Venâncio kkkk muito bom aquele tempo.

  2. Legal ver, finalmente, ilustradas as histórias que contavam das tais corridas de lambretas. (Ao fundo da primeira foto, uma marca que lembro, a dos Transportes Venâncio Aires. Aquele monstro alado, cruzando uma estrada, nas portas dos Mercedões, em placas de acrílico e em um porta-canetas que meu pai tinha, me intrigavam na minha infância.)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.