13 comentários em “Na época do futebol de salão”

  1. Ôpa…
    Por acaso, de pé a direita, não seria o Seco Kretschmer?
    E este não seria o time do “Sabão Crá-Crá Lenz”?

  2. O de barba é o Bastião, casado com a filha do Professor Edolar Bohnenberg, a Maria Elisa. Ou Bastião, ou Tita, como preferirem. É ele.O Kuti pode dizer, com certeza.

  3. Lizandra e Rozeli. O Silvio é filho do Sr.Pedrinho Rex, morava ao lado do seu Spies, perto do Monte das Tabocas. Ele aparece tambem no tópico de 23.04.2009 – Assoeva 2009 – Barroso 1973. É o primeiro agachado, da esquerda para a direita.

  4. Tá bom, eu não ia ‘metê a colher’, mas nem um e nem outro está certo.
    O sobrenome correto (grafia) é ‘RECK’.
    Então, Silvio Reck é filho do Tio Pedro Reck, logo é irmão da Maria Isabel, da Silvia ‘Bity’ Maria e do Angelo ‘Pato’ Giuseppe Reck.
    Segundo conta a lenda, o correto mesmo seria ‘RECHE’, mas na hora de registrar os ‘bambini’, os escrivões que eram na sua maioria de origem alemã, assim entendiam quando os gringos (de origem italiana) falavam com sotaque carregado o seu sobrenome. Segundo informação da Sra. Mª Isabel, possuem muitos parentes (primos) com o sobrenome ‘Reche’.
    Enton, capito.
    Saluti,
    Mano Mylius

  5. Mano Mylius, só para colaborar. Os escrivãos da época eram todos, ou a sua maioria de origerm portuguesa ou espanhola.
    Eram indicações dos Presidentes e “coroneis” de cada região.
    Eram indicações políticas: delegados, escrivães,exatores,muitos promotores “ad Hoc”, ou seja as funções públicas de ponta eram para os simpatizantes do poder.
    Muitos sobrenomes foram “trocados” ou modificados, até por interesse das pessoas que tinham algum”problema judicial” aqui ou do seu pais de origem, ou o escrivão fazia a certidão de acordo -como ouviu ou entendeu a fonia do sobrenome, etc…etc…etc…

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.