10 comentários em “Palanque campeão em 93”

  1. O Celinho era pra ter sido profissional, não quis porque preferiu trabalhar com carros, o Zú não teve oportunidade porque morava em Herval, distante de Venâncio e o Avo, muito abilidoso, seria um bom parceiro do Morruga no salão.

  2. Bah, que relíquia. Meu protesto é que não estou na foto. Não joguei o segundo jogo porque estava suspenso pelo terceiro amarelo. Mas tenho a foto das faixas. Daqui a pouco esse título vai fazer 20 anos. Estamos velhos, hein “gurizada”?

  3. Essa história do Zu era pura verdade. Ele era só “ferpa” na lateral esquerda. E o Celinho, bom, um capítulo a parte na história do futebol venâncio-airense. Era muita habilidade e oportunismo na frente. Deixou de ganhar dinheiro. Nunca vi matador igual.

  4. Alguns atletas:
    Goleiro: Silvinho
    Laterais: Lúcio Souza(D), Zú e Chiquinho(E)
    Zaga: Beckão e Rafael, Adriano
    Meio Campo: Vanderlei,Fernando, Marcelo Chagas, Tonho
    Atacantes: Celinho, Tchacha, Avo, Neco Witz
    Treinador: Arthur Ruschel
    Colaboradores:Joel Nervo, Albano Sausen
    O diferencial desta equipe sempre foi amizade dentro e fora de campo, pois começou a montar durante o campeonato, onde eliminou as equipes favoritas, Fluminense, São Luiz e na final o Vila Melos.
    Abraço

  5. O Tchaca em 1993 jogou pelo Palanque e agora em 2010 o filho Leonardo também jogando pelo Palanque, só que no futsal. Coisas da vida, hein?!

  6. É bom relembrar momentos como este. Eu por exemplo, campeão com os meus amigos, sem óculos, 2 arrobas a menos e com cabelo. Bons tempos! Sobre dizer que o Zú era só “ferpa”, é a mais pura mentira, ali morava a categoria, classe e técnica. Aí Zú, me deve essa.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.