8 comentários em “Do acervo de George Losekann: Fumossul”

  1. Olha Elton, nessa época conheci o Clenio José Heck, meu marido até hoje, sem dúvida nenhuma era uma grande equipe o time da fumossul, e o Clenio além de ser um jogador de muita técnica e altamente disciplinado ainda possuia um par de coxas de dar inveja, eta tempinho bom vale a pena a gente relembrar.
    cleiva

  2. Este time não perdia em seu estádio, brigavam muito com a bola e o adversário, o Chico Rex e o Pedro Laranja eram feras…
    Quanto as coxas eu tenho a mesma opinião do Betinho as coxas do Ilgo eram mais bonitas…

  3. Este era o estádio com o melhor campo da região. Eu até acho que o cara que desenhou este estádio foi tomar um café, e a tia da faxina desenhou o alambrado, porque aqueles canos em volta, é coisa de amador. Pra matar um ali, era uma barbada.

  4. Eu soube também que a Fumossul não perdia nunca em seu estádio… porém, quando era pra garantir algum resultado, o árbitro era sempre o mesmo…. é verdade?
    O pessoal da época pode ajudar nessa!!!!!

  5. OLA JULIO MARIA !! SOBRE OS CANOS NO ALAMBRADO NUNCA MATOU NINGUEM LÁ NÃO PELO QUE SEI !! SOBRE O ESTADIO E O GRAMADO ACHO QUE ATÉ HOJE BOTA INVEJA A MUITOS ESTADIOS DE HOJE !!!!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.