10 thoughts on “Nos tempos das Gincanas defronte ao Hospital

  1. João Leindecker

    Devia ser com certeza muito divertido e emocionante para quem participava e assistia….me recordo das gincanas nesse molde..que eram feitas pelos funcionários da Motorsul…
    Evento que trazia muita confraternização entre os participantes e público…passar um domingo no parque partcipando de um evnet dessa natureza…vali mais do que qualquer resultado no final…
    Nós do MOCVA já pensamos em trazer de volta uma gincana desta natureza..ainda está nos planos..quem sabe com bons parceiros poderemos trazer de volta esta gincana…com certeza muitos participantes e p~ublico iriam ao parque para assistir..

  2. Julio Sperb

    Será que ele estava em duas equipes?
    Me parece ser o dono das fotos, Nelson Nicolau.
    O Baninha sabe, com certeza.

  3. Nelson Becker

    Gincana de obstaculos realizada em 1965, durante a Festa do Bastião.A largada foi na O.Aranha do lado do Aparecida, subindo até a Auto Geral e entrando na Tirandestes até a Venax, e subindo a osvaldo aranha, até no local da chegada. Os obstaculos foramParar e escrever o numero da placa do carro, passar em sigue sague pelas garrafas,pular dentro de un saco(foto),abriruma porteira,tomar um refrigerante, enfiar um linha em uma agulha, dar a volta em redor do carro carregando um ovo numa colher. Ovencedor na categora livre foi o Velocino Hickmann(O VELOZ)com a barata 24, com o tempo de 3´35´´. Na categora standar foi vencedor Waldor Nyland, com o volks 3, com e tempo de 5´45´´. Tem razão o Julinho eu corri pelas duas categorias.Participaram mais de 40 carros.

    Nyland

    ´

  4. Baninha

    Nota 10 pro blog
    Nota 100 para o Nelson N.Becker
    Pergunto: e o Níssea(Valmir Nervo)? Dr.Ruschel ? Vati Leuckert?
    Antão Portella ? Oladi Bueno?……..

  5. Baninha

    Na foto da “barata” do Velois: dezenho do “Amigo da Onça” da Rvista o Cruzeiro. E o magrão da esquerda para a direita é o
    Ivo Gerlach(Nico) irmão da Tania, hoje residindo no Canadá.

  6. Nelson Becker

    O Baninha sabe tudo, hein!A torcidade se aglomerava nos locais que estavam os obstaculos, pois acontecia as travadas e as arrancadas com os carros atirando cascalho para traz. Era emocionante.Os carros tiravam o abafador para dar aquele ronco, qua fazia a andrenalina subir.

  7. Jeane Weschefnelder Scienza

    Que legal as fotos… Na 2ª foto, parece o meu pai Valentin Blasius Weschenfelder, no fundo com o guarda-chuva.. será que é?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.