19 comentários em “Irmãos Botelho no início dos anos noventa”

  1. Grande Scaller….. altas festas!!!! Lembram das festas do Gordo e do Nenéu?????
    A galera dos 30 e poucos deve lembrar!!!!!
    Venâncio já teve grandes lugares pra se fazer festa, ótimos bares em que a galera se juntava e passava a noite…..
    Aqui vão alguns que eu me lembro…
    – Bate Bate;
    – Felten’s Kaufcentrum (acho que é assim);
    – Bar do Tio;
    – Bar do Tuta;
    – Kantus Bar;
    – Over Point…..

  2. CLAUDIO, AGORA TU AVACALHOU! RSRSRS… BINHO, NÃO ESQUECE DO BOCA E DO VERDE BAR, FOI UM GRANDE MARCO NA NOSSA HISTÓRIA TAMBÉM…

  3. Como disse o Cassio, parece mesmo. Eu diria que o Tavinho tá a cara do Gedy Lee, baixista do Rush. Faz tempo que não vejo meu ex-colega de Colégio Oliveira, creio, o Airton.

  4. É isso aí claudio, muita festa no CTG, confesso que tenho muito a ver com esse irmãos, na verdade eu começei a botar som lá no ctg, mas a falta de grana e a grana que se ganhava lá se bebia tudo, o Serginho gostou da idéia e seguiu em frente formando a poderosa FOXSOM.

  5. O Negão não saiu na foto porque ficou assando um peixe.Grandes profissionais um abraço pra todos em especial ao meu professor de Desenho do Oliveira.

  6. Estes manos merecem nosso reconhecimento pela educação, persistência, hombridade, humildade e acima de tudo a dedicação à atividade profissional que escolheram desempenhar.
    Embora o Airton não tenha seguido com os manos, também é um grande profissional na sua atividade.
    Parabéns a todos,

  7. FOX SOM E GTG, PERTO DO OLIVEIRA, DOMINGOS DE TARDE ERA SAGRADO.
    MUITO AGITO, OS FREQUENTADORES ERAM SEMPRE OS MESMOS E SEMPRE LOTADO.Muita música lenta…
    Realmente eles merecem esta homenagem!!

  8. Valeu a lembrança e a homenagem. Foram grandes momentos que ficam na lembrança.Ainda posso acrescentar as boates no ginásio do Oliveira Castilhos, Grêmio Recreativo 7 de Setembro e nas tardes de domingo, na escola Agrícola.
    Abraços a todos.

  9. FOX SOM. Parceiros de verdade e grandes amigos até hoje. Me ajudaram muito quando criei a DISCOTHEQUE UM SONORIZAÇÕES. Apesar de concorentes, sempre fomos parceiros. Esqueceram das festas no NEGO no CELSO BECKER, no salão do pai do PELÉ, Santa Tecla, SOVA, CLUBE e tandos outros lugares.

  10. Estou à procura da revista “Stampa” com a atriz Maitê Proença na capa. Alguém sabe onde eu posso encontrá-la?
    Abs.
    Adilson

  11. FOX SOM é patrimônio imaterial de Venâncio Aires.
    Lembro bem quando o Serginho & Tavinho começaram com os ‘sintonizadores’ Telefunken… E a ‘FIRE FOX’ então, com uma super festa de lançamento no Ginásio do Oliveira (pede uma foto para o Serginho da bola soltando fogo)… Bons tempos.
    A Danceteria Scaller virou ponto de referência na época, mas, assim como as outras citadas acima, ficaram na lembrança de quem viveu essa ‘Era’.
    Só para constar, a FOX SOM ainda existe e continua mandando sonorização e som prá moçada. O Tavinho está fazendo um ‘revival’ dos Anos 70/80 pelo interior, acho que é no Gigante da Travessa.
    Adilson, nas 24 primeiras edições da Revista STAMPA que fizemos não tem a Maitê Proença na capa, deve ser da segunda fase quando não era mais do Grupo RVA.
    Abração a todos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.