7 comentários em “Palhaços: alegria do carnaval”

  1. Meus saudosos pais(Alfredo e Hilária) participaram
    da fundação do bloco(carnaval de 1968) e continuaram por mais alguns carnavais na sequên-
    cia; eu, com filho (e até dando uma “de Abraão),
    participei de várias reuniões na casa do inesque-
    cível(eles e tantos outros) casal Rubinho e Maria
    Harres. Memórias fantásticas e inesquecíveis;
    que turma maravilhosa; não existem palavras…

  2. Saudade dessas pessoas maravilhosas que sabiam fazer carnaval(seu Helio e o Braguinha ofereciam torta uma camada era doce e outra salgada) era uma maravilha e chamavam as netinhas p/ saborear tudo já prontinhos….

  3. Elton, obrigado por postar as fotos em tamanho grande, para matarmos a saudade, ou se não matar, deixar a marvada respirando por aparelhos.
    Participei de algumas destas reuniões, pessoas fantásticas, criativas, brincalhonas, com o espírito em alta, sempre. Eu sempre digo que conheci e convivi com os gigantes.
    Agora a pergunta que me incomoda desde aquela época: Por que o seu Rubinho usava uma careca falsa???????????? Ah,ah,ah…

  4. Meus pais tiveram o privilégio de participar deste bloco, acompanhei-os em alguns carnavais no interior, lembro de uma viagem a Deodoro onde levaram até a bicicleta de madeira do Aedo.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.