Que relíquia

getattachment

“ELTON:
FIQUEI MUITO, MUITO FÃ DO TEU BLOG.
NÃO SEI COMO NÃO TINHA ACESSADO ANTES…MAS GRAÇAS A DEUS, ANTES TARDE DO QUE MAIS TARDE.
O QUE EU MAIS GOSTO SÃO AS FOTOS ANTIGAS. ADIVINHO QUASE TODAS.
AQUI ESTOU TE ENVIANDO UMA, DE UM CASAL APAIXONADO POR MOTOS, VELOCIDADE E AVENTURAS A MAIS DE QUARENTA ANOS…
ESTA FOTO É DO CASAMENTO DELES, ONDE OS NOIVOS, SEGUIDOS POR UMA CARAVANA DE MAIS DE TRINTA MOTOQUEIROS, RUMARAM DA FRENTE DA IGREJA MATRIZ DE VENÂNCIO EM DIREÇÃO AO GRÊMIO RECREATIVO SETE DE SETEMBRO, NA MANHÃ DO DIA 27 DE JULHO DE 1.974, HÁ IDOS TRINTA E CINCO ANOS. BAH, O PIOR DE TUDO É QUE EU FUI AIA DO CASAMENTO…MEU JESUS!!!!!!!!!!
VAMOS VER SE ALGUÉM ACERTA QUEM SÃO OS POMBINHOS QUE ATÉ HOJE ESTÃO MUITO BEM CASADOS E INSEPARÁVEIS.
UM ABRAÇÃO BEM GRANDE DA TUA NOVA FÃ:”
LISANDRA

P.S.: O MANINHO COM CERTEZA VAI ACERTAR, PORQUE NUNCA VI UMA MEMÓRIA COMO A DELE…POXA!!!!!!!! MEU SAUDOSO COLEGA DO GRUPO DE ESCOTEIROS…IDOS MAS MARAVILHOSOS TEMPOS.

9 comentários em “Que relíquia”

  1. Que maravilha!!!

    E sabe que eu também fui ver a saída deste casamento, era bem piá ainda com meus 11 aninhos, mas já gostava do ronco dos motores e o cheiro dos óleo 2T (sente a fumaceira na foto).
    Mas desta aí de cima, o que gostaria de saber é que moto é essa que o Chiquinho está pilotando.
    É muito parecida com a YAMAHA RD250, a irmã caçula da Viúva Negra RD350, o Gilson pode dizer melhor pois tinha uma marrom metálica muito linda.
    E aquela motinho a direita, um ‘xodó’ entre a ‘magrinhagem’ da época, na cor vinho metálica, era a YAMAHA YB50 que também tinha na cor azul metálica. Éra a irmã mais velha das RD50 e RD75.
    O piloto, bem vestido com uma calça branca ‘boca de sino’ e um maravilhoso tênis Iris, preto com laranja, comprado na Casa São Paulo, do nosso amigo Ali.
    E que tal a turma do gargarejo, lá bem ao fundo, a esquerda…
    Dá quase para apostar que é o Ataydes “Taíde” Bencke, o Paulo Roberto “Zuca” Reckziegel Guedes e atrás o Marcos “Maco” dos Santos (ou seu irmão Paulo Ricardo “Nêgo do Cinema” dos Santos).

    Que viagem…
    Realmente uma pérola esta foto.
    Um grande abraço,

    Mano Mylius

  2. Eu não falei que o Maninho matava todas…he he he! Inacreditável, até o tênis do cara e a Loja do Seu Ali…pô Mano!!!!!!!!!!

  3. Camilo, acho que na YB50 é o Lainor Machado Bittencourt e na carona o seu irmão, Gilberto Ademir “Mico” Bittencourt.
    E sobre a moto do noivo, já estou repensando…
    Acho que poderia ser uma GILERA, é isso mesmo, uma moto que apareceu por essas bandas, junto com a Montesa e a Zanella, igual a do Jorge Reckziegel, Vitor Hugo Nazário e Carlinhos Schwingel. O Carlinhos inclusive ganhou prova de motocross lá no Campo da Aviação com uma dessas e seus parafusos nos pneus… Mas isso é outra história.
    Quem poderia confirmar seria o próprio motoqueiro…
    Falaí Chiquinho!!!

    Abçs.

    Mano Mylius

  4. Olá amigos! É com grande alegria que recordo desta época!
    É, realmente a moto que eu tinha na época era uma Gilera personalizada, pois elas vinham todas iguais para o trabalho de campo dos instrutores de fumo das fumageiras da região. Já o piloto da YB50 é meu amigo “Jandirzinho” Pereira.
    Agradeço a lembrança e aproveito a oportunidade para dizer que continuamos a andar de moto e ainda temos a opção de circular com um Tricíclo!
    Grande abraço!

  5. Com certeza … o cara da moto é o Jandirzinho, sim. Na época estávamos recém namorando e, como diziam meus parentes: “motoqueiro não prestava”, minha mãe não me deixou ir de moto com meu namorado. E de carona tenho quase certeza que é o Mário Feix. Abraço a todos os leitores deste blog, inclusive meu irmão Talitão que sempre acompanha as notícias de sua Venâncio Aires.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.