Na época do Ginasial do Aparecida

ginasio-do-aparecida

“Amigo Elton,

Quando penso no nosso Colégio Nossa Senhora Aparecida, e agora vejo que seu fim é a mais pura realidade, muito me entristece. Tudo ficou no passado… Foi o fim de um ícone venancioairense. Não apenas os alunos desta foto acima, mas também as normalistas, os ginasianos, o Glea, o jornal “O Curioso”, os jogos de bolinha de gude no pátio, os cantos no salão com a escaleta da Irmã Liris, religião na capelinha com a Irmã Mara, a lista negra da diretora Irmã Lori, o elevador que ligava o salão à lavanderia, o túnel que ligava o colégio à igreja, as freiras com seus hábitos e os irmãos Adão, Dionizio, Osvin dando uma força especial, as festas de São João, a banda, os desfiles de 7 de Setembro, as Interséries, os professores(as) Lídia, Lúcia, Gerci, Ivone, Sara, Olinda, Wilson, Maria Clélia, Juca, Butzke, Stertz, Irmã Miriam, Irmã Lurdes, Irmã Gema, Irmã Clara, a incansável Irmã Maria e tantas outras que passaram por lá. É, mas hoje o Colégio Aparecida já não existe mais, acabou-se o romantismo, o charme do “colégio das freiras” com seu azul e branco que mais tarde juntou-se também o vermelho. Em seu lugar veio o verde do Bom Jesus de Curitiba/PR, onde impõem-se a modernidade, uma nova forma de ensino, a concorrência de nota entre alunos, que fiquem os bons, onde o mais importante é o resultado final, a aprovação. Sou do tempo em que havia compra de vagas pelo município e estudavam no Colégio Aparecida alunos de todas as classes sociais, ricos, pobre, brancos, pretos, com os quais ainda mantenho contato e laços de amizada até hoje. Eram turmas enormes na manhã, tarde e noite, acho que passava de 800 alunos. Era nossa segunda casa. Mas voltando, ao assunto inicial e deixando o saudosismo de lado, nesta foto de uma das turmas do Ginásio do Colégio Nossa Senhora Aparecida, parece que é de 1954, estão presentes muitos pais e mães de amigos nossos aqui do Blog. Sei o nome de todos eles mas vou deixar para que o pessoal faça mais este exercício. Desculpa a choradeira mas era preciso. Um grande abraço a todos.”

Mano Mylius

8 thoughts on “Na época do Ginasial do Aparecida

  1. Toninho

    Vou colocar lenha na fogueira. Não concordo com a ideia do nosso amigo Maninho, pois a maioria das “perdas” listadas por ele não são da época do Bom Jesus e, sim, já da época do próprio Aparecida. Em termos de Colégio, mudou mesmo, mas para melhor e bem melhor. Tenho meu filho estudando no agora Bom Jesus, na oitava série e, por incrível que pareça, somente no ano que se passou eu o vi estudando. Anteriormente, quando ainda Aparecida, sempre passou de ano tranquilo, sem sequer, estudar. E o pior, tinham alunos bem piores de nota que ele e também não rodavam (isso foi um questionamento meu que até hoje não tive resposta). Ou seja, passava todo mundo. Só não passava quem não ia na aula (acho que essa era a única forma de não passar). Era tudo o que eu esperava para o ensino do meu filho, um colégio onde se estuda e se aprende.

  2. Rubiney Lenz

    Escalação conforme Ireneu:

    de cima para baixo da esquerda para direita Renaldo Burgel, Telmo Mylius, Ido Alfredo Weiss, Valmor Klamp, Dionísio A. Rudiger, Irio Luis Staub, Edolar Osavaldo Bonenberg, Soni Ignácio Rudiger, Ireneu Lenz, Irmã Nisia (Diretora), Selomar Fagundes, Nélio Astor Wacholz e Cleo Freitag.

    Maria Helena Rüdiger, Loury M. Fritzen, Reinilda Fengler, Alcida M. Vogt, Athalia Schaefer,Lucilda Heinen, Maria Zaida Selbach,Lorena Staub, Marlene Freitag, Lelia M. Pereira, Helena Stein, Neusa Weiss, Maria Alda da Luz, Anna Lúcia Haupt, Maria Filomena Machado, Lúcia Fischer, Miriam Alles, Clara D. Reckziegel, Maria Pereira Oliveira, Marilene L. Soares, Oneide P. Uhlmann, Elcida Engel, Carmem T. Wildmer, Beatriz M. Silva Braga, Mirna B. Assmann.

  3. Betinho

    Concordo com meu cunhado”Toninho”. É uma pena que minha filha tenha feito somente um ano sob administração do Bom Jesus. A mudança foi para “muito” melhor, a exigência é muito maior, os alunos tem muitas tarefas que antes não tinham, e se não estudar, roda mesmo…

  4. Dinaldo J. Morsch

    Só tinha reconhecido o Soni e a Loury.O Ido Alfredo Weiss e
    a Neuza Weiss são meus primos.Ele mora em Santa Maria e ela
    em Santa Cruz do Sul.

  5. Susi

    Esta foto eu conheço!
    Tantos anos fora de Venâncio que na realidade eu reconheço hoje só pessoas desta época. Minha querida mãe Lorena , meu tio Írio, Profa Carmen Santos, Dona “Batatinha”, mãe da Ana Lúcia…
    Abraço à todos!

  6. Jonas

    Olá, minha mãe e suas irmãs estudaram neste colégio nos anos 50 e 60. Elas me contam tantas histórias sobre aquela época, realmente deveria ser incrível estudar num colégio como aquele. É uma pena que hoje em dia não temos mais nada disso. 🙁 Por favor se tiver mais fotos dos alunos e do colégio naquela época poste. Minha mãe sente muitas saudades daquele tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.