Lembram do Carioca?

foto-nirvando-9

Nirvando com a esposa Andréa.

Quem é da geração que freqüentou boates no Leituras e na Sovinha nas décadas de 70 e 80 deve lembrar do Carioca. Pois, através do blog, reencontrei o amigo. O Nirvando Sousa Diniz trabalhou por cerca de 20 anos no mercado financeiro, na bolsa do Rio. Atualmente, é administrador de condomínios do Clube de Regatas Flamengo, seu time de coração. Além de ser pescador. Por e-mail, ele me diz: “tenho muitas saudades dos bons tempos de Venâncio, muitas mulheres lindas e pouca responsabilidade, bons tempos aqueles, hoje muita correria e pouco tempo de descanso, mas, pelo menos, tem a praia e o mengão, que por aqui já salva essa vida. Sempre pensei na conjungação das mulheres bonitas de Venâncio, com o corpo maravilhoso que as cariocas têm, seria o paraíso na terra… rsrsrs… a gente vai se falando… abraços”.

Publicado no antigo blog em 26 de julho de 2008.

9 comentários em “Lembram do Carioca?”

  1. Mas é claro!!!
    Legal ver esta fera depois de tantos anos. Andei trocando e-mail com ele há uns meses.
    Abraço, Camilo

  2. O nome é Nirvando de Santa Tereza de Souza Diniz
    foi quem colocou o skate em venâcio com sua prancha hang ten
    Charles

  3. Quem viveu os 70s, podia fazer um resgate dessa época, onde Venâncio parecia uma Alemanha Oriental. Camisetas Whaikiki, skate Tube, fitas K7 TDK, entre outros artigos/marcas, eram raridades que despertavam frisson na galera ligada nessas coisas da cultura de consumo pop, naqueles tempos de governo fechado, potencializado pela distância que nossa cidade ficava das capitais.
    Lembro de que sempre que alguém “de fora” vinha morar ou passear na cidade, metade do pessoal tinha ciúmes e, a outra, curiosidade em saber o que se passava “lá fora”, nos grandes centros. De política, comportamento ou consumismo mesmo. Por alguns meses, desfrutava das dores e delícias de ser uma novidade diferente da média.
    A internet daqueles tempos, até anteriores a minha geração, eram esses informantes e revistas, geralmente em números atrasadas, como a Pop, ou importadas que chegavam na bagagem de alguém, meios que falavam pra tal da juventude, uniformizada pelo pouco que havia disponível por aqui.
    Claro. isso não impediu ninguém de ser feliz.

  4. Grande Nirva…
    Fui eu que tive o privilégio de achar esta figuraça no Orkut e devolvê-lo ao convívio dos amigos de adolescência.
    Já rememoramos muitas coisas: o Chevette Jeans que ganhou do velho Maurício, a peruca que usou nos tempos de quartel (que mico hein?? rs…), Carnavais, boates, mulheres bonitas,amigos que já se foram.
    Embaixador de Venancio nas terras cariocas…
    Abraço
    Lula

  5. Bem lembrado, o Hang Ten amarelo de fibra e rodas transparentes do Carioca era o sonho de muito moleque entre o Castelhano e o Morro da Guampa.

  6. Tive o prazer de conviver com o Nirvando por vinte dias
    no Rio(Ipanema)em dezembro de 1981,junto com o Daniel Campos.Compartilhamos a conquista do título de Campeão
    Mundial do Flamengo no dia 13.12.81.Em 85 voltei a encontrar o Nirvando e Andrea no Rok In Rio.Devo muito
    prá este cara.Grande abraço Carioca!!!

  7. Um abraço ao Carioca, e esta ele vai lembrar: Comentava-se na época(78), que quem se alistasse na base aérea de Canoas com certeza escaparia de “servir”. Pois bem, fomos na Variant do seu Mauricio: Carioca, Eloizinho, Dani Campos, Tio Huyer e eu. Eles malandros, eu assustado com a cidade grande, pegavam na minha mão para atravessar a rua, etc..Adivinha quem foi o único que escapou??? Eu.

  8. Gostaria de obter alguma forma de contato com o Nirvando, já que há mais de 12 anos nos perdemos….
    Obrigada

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.